MoboReader> Literature > Novelas do Minho

   Chapter 21 No.21

Novelas do Minho By Camilo Castelo Branco Characters: 2393

Updated: 2017-12-04 00:03


Contava-se assim o caso em Famalic?o.

Que o Bento de Araujo, receando os ladr?es seus visinhos, desenterrara as suas riquezas que tinha debaixo da lareira, e indo escondel-as nos montados de Vermuim, em uma noite de grande invernia, morrera tolhido pelo frio e traspassado da neve. Fundavam-se os d'esta vers?o em que a pedra da lareira estava deslocada, e no seu logar uma cova funda; e debaixo dos bancos da cama outra escava??o, e no entulho uns cacos de panella, onde com certeza estava por??o do thesouro, e a outra por??o debaixo da lareira.

Outro boato:

Que a malta da Terra-Negra assaltára o pedreiro, roubara-o, matara-o, e levara o cadaver ao castello de Vermuim. N?o se dava a ras?o d'este sahimento a tres quartos de legua; mas tambem n?o era necessaria a logica para explicar tal coisa.

A vers?o, porém, mais popular e que tinha o suffragio das pessoas mais rasoaveis, era que o Joaquim assassinára o pai na serra, quando o velho voltava do seu trabalho de brocar pedra; e, depois, deixando-o morto, viera a casa desenterrar o dinheiro. Em confirma??o do boato, allegava-se o facto de elle ter apparecido em Famalic?o a procurar o pai, e a indagar dos visinhos se tinham

dado conta do arrombamento da casa-isto no dia em que o pai já estava morto.

A voz publica for?ou a auctoridade a prender o Faisca; mas, na noite seguinte á da pris?o, algumas duzias de homens armados arrombaram a cadeia de Famalic?o, e tiraram de ferros o innocente.

Esta fuga completou a ruina de Joaquim de Araujo. Acreditou-se geralmente no roubo e no parricidio. As aldeias do julgado de Vermuim, com Famalic?o á frente, deram montaria á quadrilha da Terra-Negra, com o refor?o militar de Guimar?es e Braga. A malta dispersou, mortos alguns dos mais audazes; e os dispersos engrossaram, na Povoa de Lanhoso, a celebrada quadrilha que tem a sua historia em um livro dignamente esquecido.[8]

O filho de Bento pedreiro morreu em 1809 no Carvalho-d'Este, defendendo a patria da invas?o franceza commandada por Soult. Bateu se com o heroismo do suicida, ao cabo de desoito annos de salteador, arrostando a todos os perigos, mas fugindo a que o filassem vivo, por que tinha grande horror á forca. Afinal, inscreveram-no entre os valorosos defensores da nossa autonomia, e o seu cadaver foi mais acatado que o do general Bernardim Freire, assassinado por outros patriotas da laia do Faisca.

Free to Download MoboReader
(← Keyboard shortcut) Previous Contents (Keyboard shortcut →)
 Novels To Read Online Free

Scan the QR code to download MoboReader app.

Back to Top

shares